As 5.205 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores !!!
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
<> POR FAVOR, alerte-me para qualquer erro que encontre <>
<> Ninguém sabe tudo, ninguém ignora tudo, só todos juntos sabemos alguma coisa <> PAULO FREIRE
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
* Por motivos alheios à minha vontade, o motor de busca nem sempre responde satisfatóriamente *

* A seleção alfabética é da responsabilidade da blogspot !!!
* Caso necessite de ajuda envie a sua mensagem para: fadopoesia@gmail.com *
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------


Os cinco pintores

Antonio Tavares Teles / Paulo de Carvalho
Repertório de Rodrigo

Foi numa tarde cinzenta que eu a encontrei
Achei-a perdida no chão, muito encolhida
Baixei-me, peguei-lhe pela mão, olhei-a e sorri
Levei-a dali... entrou-me na vida

Com ela parti de contente, pela noite fora
Com ela entrei num snack, tomei um cafe
Com ela fumei e ceei depois de um cinema
Comprei mais cigarros, fui a um cabaré

Com ela dancei, com ela bebi
Com ela joguei, com ela perdi
Com ela chorei, chamei um táxi
Com ela sonhei, com ela dormi
Foi naquele tempo dos anos cinquenta
Ela era uma lady, eu era um rapaz

Era uma nota das grandes, de cinco pintores
Daquelas que outrora pagavam jantar e café
Pagavam os cigarros, a ceia, e até os amores
Das noites perdidas no tal cabaré

Hoje é uma nota pequena de cinco pintores
Hoje não paga o jantar, mal paga o café
Hoje ela compra os cigarros, mas não os amores 
E as noites perdidas, nem sabe o que é